Orador dos Mortos

Romance ganhador dos prêmios Hugo e Nebula, os mais conceituados do mundo da ficção científica, Orador dos Mortos narra eventos de um futuro distante, quando a humanidade já se expandiu universo afora, ocupando os mundos deixados por uma espécie alienígena vencida pelo herói Ender Wiggin três mil anos antes.

As várias colônias compõem os Cem Mundos, controlados pelos rígidos protocolos do Congresso das Vias Estelares. Ender mantém-se jovem graças a viagens em vôos próximos à velocidade da luz, em que o tempo passa mais devagar para o viajante do que para os pontos de origem e de destino.

E agora, milênios depois da derrota dos alienígenas, é o momento de Ender se defrontar com uma nova espécie inteligente — os “pequeninos” de Lusitânia, colônia fundada por descendentes de brasileiros, num mundo marcado por uma das mais estranhas e originais ecologias alienígenas da ficção científica.

Os pequenos seres peludos vivem segregados da humanidade em Lusitânia, para protegê-los de qualquer contaminação cultural. Mas os muros começam a desmoronar quando o antropólogo humano que os estudava é morto de maneira cruel.

No segundo volume da Saga de Ender, Orson Scott Card inova na relação entre as vidas familiar e comunitária de seus personagens. Também no contexto cósmico em que o futuro de toda a humanidade está em jogo —assim como a redenção do problemático herói do primeiro livro, o também premiado O Jogo do Exterminador. Card prova que dilemas morais e pessoais são capazes de construir um suspense tão forte quanto as batalhas espaciais e as intrigas interestelares. Uma das mais imaginativas e estimulantes obras de ficção científica antropológica, Orador dos Mortos afirma valores de respeito, autodeterminação e tolerância. Pode ser lido independentemente do volume anterior.

Esta edição definitiva inclui um posfácio exclusivo escrito pelo autor, dirigido aos leitores brasileiros.

AUTOR
Orson Scott Card nasceu no Estado de Washington, Estados Unidos, e cresceu na Califórnia, Arizona, e Utah. Card dá aulas e oficinas literárias, e dirige peças de teatro. Atualmente mantém posição de professor de escrita e de literatura na Southern Virginia University. Vive em Greensboro, Carolina do Norte, com sua esposa, Kristine Allen Card, e a filha caçula do casal, Zina Margaret.

No Brasil, tem publicados os romances O Jogo do ExterminadorOrador dos MortosO Segredo do AbismoUm Planeta Chamado Traição e A Odisséia de Worthing.

COMENTÁRIOS

Com menos ímpeto do que O Jogo do Exterminador, ORADOR DOS MORTOS pode ser um livro muito melhor. Não perca!
— Analog Science Fiction and Fact

O trabalho mais poderoso que Card produziu, ORADOR não apenas completa O Jogo do Exterminador, ele o transcende… Altamente recomendado para leitores interessados nas complexidades e ambigüidades culturais que os melhores romances de ficção científica exploram.
— Fantasy Review

[ORADOR DOS MORTOS] se beneficia de uma crescente unidade dramática e de um pano de fundo bem desenvolvido.
— Booklist

Lida com um relacionamento mais sutil e intrincado entre a humanidade e uma raça não-humana. Um equilíbrio satisfatório entre preocupações intelectuais e morais. Uma obra exemplar… Belamente composta e narrada… Quase impossível de abandonar.
— Locus

Talvez o mais surpreendente é que Card foi bem-sucedido com o segundo romance de uma série, já que tradicionalmente as segundas partes decepcionam pela esperanças que desperta uma primeira obra de êxito. Não ocorreu assim neste caso, e a maioria dos críticos concorda ao afirmar que ORADOR DOS MORTOS supera amplamente o seu predecessor.
— Miquel Barceló (Espanha)